A luxúria é associada ao ato sexual, mas nos texto antigos e nos estudos vemos que ela está ligada aos prazeres como indivíduo. Ser vaidoso por exemplo é um ato de luxúria.

Para a produtividade a luxúria está ligado de sentir prazer de completar tarefas, mas geralmente este prazer, assim como um ato sexual é mais intenso se envolve algum tipo de perigo, ser pego por exemplo. Algumas pessoas gostam de tentar fazer coisas em locais públicos o risco de ser pego por alguém os exita. O mesmo vale para quem deixa para a última hora, deixa os prazos chegarem a um limite tênue. Se conseguir completar a tarefa deixa a sensação de ser um herói, um super-homem, uma mulher maravilha. Na verdade o estresse e a adrenalina o deixa exitado. Mas isso nem sempre é bom, principalmente se não conseguir entregar o relatório no final do dia de trabalho.
A virtude oposta é a simplicidade ou a harmonia, tranquilidade. Quem consegue ter uma agenda limpa, pura com espaços bem definidos para reuniões, uma lista de tarefas verdadeiras, um senso de fazer as coisas sem estresse durante as horas certas é o caminho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s